Petróleo fecha em alta após novas tensões com a Síria

A commodity também recebeu apoio da queda de 1,836 milhão de barris nos estoques de petróleo na semana encerrada em 30 de agosto

Nova York – Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta quinta-feira, 05, com novas tensões relacionadas a um possível ataque na Síria e após dados que apontaram queda substancial nos estoques dos EUA na semana passada.

O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para outubro, subiu US$ 1,14 (1,06%), fechando a US$ 108,37 o barril. Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent para outubro avançou US$ 0,35 (0,30%), encerrando a sessão a US$ 115,26.

A Síria continua no foco dos mercados, principalmente depois de a Comissão de Relações Exteriores do Senado dos EUA aprovar por uma margem estreita (10 votos em favor e 7 contra) projeto de resolução que autoriza uma ação “limitada” contra a Síria, com prazo de 60 dias – prorrogável por outros 30.

A commodity também recebeu apoio da queda de 1,836 milhão de barris nos estoques de petróleo na semana encerrada em 30 de agosto. Analistas previam uma queda bem menor, de 200 mil barris.

Os investidores aguardam também o relatório de emprego que será divulgado amanhã pelo governo dos EUA. O relatório “tem o potencial de mover os mercados, mas o foco principal é e ainda será a Síria”, afirmou Tariq Zahir, analista da Tyche Capital Advisors.

Fonte: Dow Jones Newswires.