Petróleo do Texas fecha em queda de 2,22%

Os contratos de futuros do Petróleo Intermediário do Texas (WTI leve) para entrega em novembro diminuíram US$ 2,05 em relação ao preço de fechamento de ontem

Nova York – O petróleo do Texas caiu nesta sexta-feira 2,22% e fechou em US$ 90,05 por barril, em um dia no qual foram anunciados dados macroeconômicos e resultados empresariais piores do que o previsto nos Estados Unidos.

A queda acumulada na semana é de 1,97%. No fechamento da última sessão da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do Petróleo Intermediário do Texas (WTI leve) para entrega em novembro, os de mais próximo vencimento, diminuíram US$ 2,05 em relação ao preço de fechamento de ontem.

O petróleo caiu num pregão de perdas generalizadas nos mercados de Nova York depois que importantes empresas americanas, como Google, Microsoft, General Electric e McDonald’s, divulgaram resultados que não atingiram as expectativas dos investidores.

Outro fator que fez o petróleo cair foi a queda de 1,7% da venda de casas usadas nos EUA, segundo a Associação Nacional de Agentes de Bens Imobiliários, um número que não correspondeu com as expectativas de melhora do setor imobiliário.

Já os contratos de gasolina com vencimento em novembro diminuíram US$ 0,05 para terminar em US$ 2,69 por galão (3,78 litros). Os contratos de gasóleo para calefação para entrega em novembro diminuíram US$ 0,05 e terminaram em US$ 3,13 por galão.

E os contratos de gás natural com vencimento em novembro somaram US$ 0,03 e fecharam em US$ 3,61 por cada mil pés cúbicos.