Petróleo cai com possível retomada de exportações líbias

A notícia de que a Líbia vai voltar a exportar a commodity após uma longa ausência do mercado influencia as movimentações

Londres – Os contratos futuros de petróleo operam em baixa nesta segunda-feira, 7, em meio à notícia de que a Líbia vai voltar a exportar a commodity após uma longa ausência do mercado.

No fim de semana, o governo líbio fechou um acordo com líderes rebeldes para reabrir gradualmente quatro portos de exportação de petróleo no leste do país. Dois dos portos, com capacidade combinada de 200 mil barris por dia, vão retomar as operações imediatamente.

Segundo o Commerzbank, “essa solução…ficou aquém da expectativa na semana passada de que todos os terminais de petróleo seriam reabertos em questão de dias”. A reabertura de dois outros terminais maiores da Líbia ainda está sujeita a negociações.

“Sendo assim, esperamos que os preços do petróleo se recuperem ao longo dessa semana”, comentou o banco alemão.

Analistas do Morgan Stanley, por sua vez, acreditam que o otimismo em relação à Líbia pode logo perder força. “Estamos céticos quanto a qualquer acordo. Alguns portos podem reabrir brevemente…mas acordos anteriores desapontaram.”

Às 7h22 (de Brasília), o brent para maio caía 0,96%, a US$ 105,70 por barril, na plataforma eletrônica ICE, enquanto o petróleo para o mesmo mês negociado na Nymex recuava 0,47%, a US$ 100,66 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.