Petróleo cai após estoque atingir maior nível em 22 anos

Analistas disseram que o mercado não está refletindo totalmente os fracos fundamentos de oferta e demanda

Nova York – Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em queda de 0,89% nesta quarta-feira, após os estoques do produto subirem para o maior nível desde setembro de 1990. Analistas disseram que o mercado não está refletindo totalmente os fracos fundamentos de oferta e demanda, pois aguarda mais sinais sobre o rumo da economia dos EUA.

O contrato futuro de petróleo WTI com entrega em junho recuou US$ 0,94, negociado a US$ 105,22 por barril na Nymex, depois de fechar ontem em seu melhor nível desde 27 de março, a US$ 106,16. Já os contratos futuros de petróleo brent para junho recuaram US$ 1,46 (1,22%), fechando a US$ 118,20 por barril na plataforma eletrônica ICE, o menor nível desde 24 de abril.

Os estoques de petróleo bruto dos EUA subiram 2,84 milhões de barris na semana encerrada em 27 de abril, para 375,864 milhões de barris, informou hoje o Departamento de Energia (DOE, na sigla em inglês). É o 19º nível mais alto desde que o DOE iniciou a compilação dos estoques semanais, em agosto de 1982. A última vez que os estoques estiveram mais altos do que atualmente, o petróleo na Nymex estava perto de US$ 30 por barril, em meio à invasão das tropas do ditador Saddam Hussein ao Kuwait.

Os estoques de petróleo em Cushing – ponto de entrega física dos contratos negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) – subiram 1,213 milhão de barris, para 42,964 milhões de barris, o nível mais alto já registrado, tendo avançado 11,5% nas últimas seis semanas. As informações são da Dow Jones.