Petróleo Brent sobe com possibilidade de locaute na Noruega

O fornecimento norueguês de petróleo diminuiu drasticamente com greve de trabalhadores

Londres – Os preços do petróleo Brent operavam em alta nesta quinta-feira, por preocupações com a possibilidade de o fornecimento norueguês de petróleo diminuir drasticamente, após a indústria pedir por um locaute em tentativa de envolver o governo e pôr fim à greve dos trabalhadores.

Um locaute significaria uma completa paralisação da produção de gás e petróleo na Noruega, o que praticamente garantiria uma intervenção do governo, e com isso, o fim da greve que já dura 12 dias.

“É provável que a greve termine antes do esperado. Os preços subiram com um reflexo da situação”, disse Carsten Fritsch, analista do Commerzbank, antecipando que os ganhos se dissipariam assim que o governo agisse.

“A reputação da Noruega é de um produtor confiável, e se o locaute acontecer, o governo irá intervir”.

Às 10h14, O petróleo Brent subia 1,1 dólar, para 100,88 dólares por barril, após atingir pico de 102,34 dólares por barril.

A Statoil disse que o locaute produziria uma escassez para a companhia de 1,2 milhões de barris de petróleo por dia.

“Nós precisamos manter em mente que isso é exatamente o que os sindicatos estão tentando evitar, uma vez que deve forçar uma intervenção do governo para obrigar os trabalhadores a voltarem ao trabalho”, afirmou em nota Olivier Jakob, da consultoria Petromatrix.

Jakob espera uma ação rápida do governo norueguês, lembrando que após o anúncio de que ocorreria um locaute em menor escala em 2004, o governo interveio no dia seguinte.

Até agora, o debate entre a indústria e os sindicatos sobre as pensões já diminuiu em cerca de 13 por cento a produção da Noruega, oitavo maior exportador de petróleo do mundo.

O governo da Noruega tem o direito de intervir para fazer cumprir o acordo em sua estratégica indústria petroleira.