Petróleo Brent recua abaixo de US$107 por melhora de oferta

Preocupação de que a escalada da guerra na Síria poderia interromper o fornecimento no Oriente Médio elevaram o Brent à máxima de US$117 em agosto

Londres – Os futuros do petróleo Brent operavam abaixo de 107 dólares o barril nesta sexta-feira, em queda pelo terceiro dia, com preocupações sobre o aumento da oferta e a demanda instável apesar de melhora do crescimento econômico na China.

Preocupação de que a escalada da guerra na Síria poderia interromper o fornecimento no Oriente Médio elevaram o Brent à máxima de 117 dólares em agosto. Mas os preços caíram mais de 10 dólares o barril e alguns analistas esperam novas perdas à frente.

O petróleo nos EUA tem sido pressionado pela queda sazonal da demanda e aumento da produção doméstica, que elevou estoques, particularmente na Costa do Golfo, nos EUA.

Às 8h41 (horário de Brasília), o contrato para dezembro do Brent caía 0,1 dólar, a 106,89 dólares o barril. O petróleo nos EUA subia 0,37 dólar, para 97,48 dólares, mas cerca de 3,5 por cento menor na semana, em sua maior queda semanal desde junho.

“Estamos vendo alguma consolidação depois de muitos dias de queda”, disse o analista sênior de petróleo e commodities do Commerzbank, Carsten Fritsch, em Frankfurt.