Petróleo Brent fecha em baixa de 1,07%

O petróleo Brent para entrega em março terminou no Intercontinental Exchange Futures com uma queda de US$ 1,28 em relação ao pregão anterior, quando fechou em US$ 118,59

Londres – O barril de petróleo Brent, que provém do Mar do Norte e é referência na Europa, caiu nesta sexta-feira 1,07%, até fechar em US$ 117,31 dólares no mercado de futuros de Londres, num dia marcado pelas dificuldades da Grécia para aprovar as medidas econômicas exigidas pare receber o segundo pacote de ajuda financeira da União Europeia e do FMI.

O petróleo Brent para entrega em março terminou no Intercontinental Exchange Futures com uma queda de US$ 1,28 em relação ao pregão anterior, quando fechou em US$ 118,59.

O máximo alcançado na jornada de hoje foi de US$118,61, e o mínimo, de US$ 116,29.

A situação da Grécia continua sendo um dos principais fatores de preocupação entre os investidores.

Dessa maneira, a cotação do petróleo europeu caiu numa sexta-feira em que um ministro e cinco vice-ministros gregos, do partido ultradireitista LAOS e do socialista Pasok, renunciaram por não concordarem com as novas medidas de austeridade propostas pelo primeiro-ministro, Lucas Papademos.

A troika, formada pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional (FMI) exige da Grécia novas reformas econômicas para o país receber um segundo resgate financeiro de 130 bilhões de euros.