Petrobras terá audiência pública nos EUA

Audiência ouvirá as partes sobre a proposta de acordo, que prevê o pagamento pela estatal de US$ 2,95 bilhões

Nova York – O juiz federal nos EUA Jed S. Rakoff, que preside o caso envolvendo ação coletiva movida por investidores internacionais contra a Petrobras, realizará uma audiência pública no dia 23 de fevereiro na qual ouvirá as partes sobre a proposta de acordo anunciada no dia 3 de janeiro e que prevê o pagamento pela estatal de US$ 2,95 bilhões.

A decisão da Justiça americana sobre a proposta de acordo só será decidida após a audiência, mas não tem data prevista para ocorrer.

Quando foi anunciado o acordo pela Petrobras, a companhia informou que a compensação financeira de US$ 2,95 bilhões aos investidores que moveram a ação coletiva gerará impactos no resultado contábil do último trimestre de 2017. Segundo o acordo, o valor será pago em três parcelas, sendo que a primeira seria de US$ 983 milhões em até 10 dias depois da aprovação preliminar da Justiça.

A segunda parte seria também de US$ 983 milhões e seria desembolsada até 10 dias após a aprovação final do juiz. O terceiro pagamento seria de US$ 984 milhões em até seis meses ou 15 de janeiro de 2019, o que ocorrer por último.

O acordo proposto pela Petrobras para encerrar a ação coletiva movida por investidores nos Estados Unidos está entre os dez maiores já fechados pela Justiça norte-americana em ações do tipo nas últimas décadas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.