Petrobras pode optar por IPO como alternativa para Liquigás

Segundo fonte, Petrobras havia fechado acordo para vender a Liquigás para a Ultrapar por 2,8 bi de reais, mas o negócio foi bloqueado pelo Cade

São Paulo – A Petrobras vai discutir em reunião de Conselho nesta semana alternativas para sua subsidiária de distribuição de gás liquefeito de petróleo (GLP) Liquigás que podem envolver a realização de uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da unidade, disse uma fonte com conhecimento direto do assunto.

A Petrobras havia fechado acordo para vender a Liquigás para a Ultrapar por 2,8 bilhões de reais, mas o negócio foi bloqueado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no final de fevereiro.

A petroleira já admitiu oficialmente que pretende deixar completamente o negócio de GLP.

Durante o processo para vender a Liquigás, iniciado há dois anos, a segunda oferta recebida pela estatal pela unidade equivalia a metade da oferta da Ultrapar, adicionou a fonte, que falou sob a condição de anonimato.

Uma alternativa seria um IPO da empresa no qual a Petrobras poderia vender ao menos 60 por cento de sua fatia da companhia, transferindo o controle da Liquigás a um sócio privado.

A Petrobras então poderia gradualmente vender sua participação restante na Liquigás até deixar completamente o negócio, segundo a fonte.

O IPO da Liquigás, assim, seria diferente de uma oferta inicial da unidade de distribuição de combustíveis da Petrobras, BR Distribuidora, em dezembro, na qual a petroleira manteve o controle da empresa.