Petrobras e Vale perdem mais da metade do valor em 4 anos

Segundo levantamento, a Vale perdeu 67,78% do seu valor, enquanto Petrobras perdeu 57,77%

São Paulo – Um levantamento realizado pela consultoria Economatica apontou que a Vale e a Petrobras juntas perderam 243 bilhões de dólares desde início do governo de Dilma Rousseff

O valor de mercado da Vale passou de 165 bilhões de dólares em janeiro de 2011 para 53,17 bilhões de dólares em setembro de 2014, o que representa uma queda de 67,78% (111,87 bilhões de dólares).

A Petrobras também teve uma queda acentuada. No mesmo período, o valor da companhia passou de 228,2 bilhões de dólares para 96,3 bilhões de dólares, o que representa uma queda de 57,77%.

Apesar de ter perdido mais de 100 bilhões em valor de mercado, a Petrobras é a segunda maior empresa de capital aberto da América Latina.

Cresceu

Em paralelo, o valor de mercado da Ambev aumentou 19,19% durante o governo de Dilma. Em janeiro de 2011, o valor da companhia passou de 86,64 bilhões de dólares para 103,26 bilhões de dólares.

10 maiores

O estudo indicou ainda as 10 maiores empresas de capital aberto por valor de mercado na América Latina. Confira:

Empresa País Valor de mercado em janeiro de 2011 Valor de mercado em setembro de 2014 %
Ambev Brasil US$ 86,64 US$ 103,23 19,19
Petrobras Brasil US$ 228,21 US$ 96,36 -57,77
America Movil México US$ 115,74 US$ 86,34 -25,4
Itaú Unibanco Brasil US$ 95,82 US$ 74,61 -22,13
Ecopetrol Colômbia US$ 83,39 US$ 65,11 -21,92
Bradesco Brasil US$ 65,87 US$ 60,85 -7,62
Vale Brasil US$ 165,05 US$ 53,17 -67,78
Tenaris Argentina US$ 28,92 US$ 47,06 62,73
WalMart México US$ 51,31 US$ 44,23 -13,81
Grupo Modelo México US$ 20,01 US$ 40,48 102,29