Petrobras cai na Bolsa e amplia queda para 30% no ano

As ações são impactadas pelo preço do petróleo e pelos escândalos de corrupção

São Paulo – As ações preferenciais da Petrobras registravam queda de 5% na mínima do dia nesta terça-feira. No ano, os papéis acumulam perdas de 30%.

As ações são impactadas pelo preço do petróleo. Ontem, os preços do petróleo caíram aos níveis mais baixos desde meados de 2009.

Somado a isso, a companhia e seus principais executivos enfrentam ação coletiva em um tribunal federal de Nova York por suposto esquema de corrupção e fixação de preços de contratos, que advogados acreditam inflaram o valor dos ativos da estatal brasileira.

A ação foi movida pelo escritório de advocacia Wolf Popper LLP no Distrito Sul de Nova York na segunda-feira em nome de investidores que compraram ações da empresa brasileira em Nova York, entre 20 de maio de 2010 e 21 de novembro deste ano.

A ação, que depende de validação de um juiz para prosseguir em um tribunal civil, pretende levar a questão a júri e reparação de danos ainda não especificados.

A denúncia alega que a Petrobras “fez declarações falsas e enganosas por desvirtuar os fatos e não divulgar a cultura de corrupção que consistia em um esquema multibilionário de lavagem de dinheiro e suborno instalado na empresa desde 2006”.