Perspectiva ruim sobre demanda derruba petróleo

Os contratos operam com baixas de 1%

Londres – Os contratos futuros de petróleo bruto operam em forte queda nesta quarta-feira, 08, com baixas de cerca de 1%, diante de perspectivas negativas para a demanda.

O Departamento de Energia dos Estados Unidos reduziu a previsão de demanda por petróleo na terça-feira em 90 mil barris por dia em 2014 e, no próximo ano, em 190 mil barris por dia, o que indica uma falta de mercado para o óleo excedente do mundo, disse David Hufton, da corretora PVM.

“Com o excesso de oferta levando a uma pressão de baixa persistente nos preços no curto prazo, esperamos uma negociação moderada para o restante da semana”, escreveu Kash Kamal, analista de pesquisa da Sucden Financial.

Entre os exemplos que mostram a alta oferta, o preço médio da cesta de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) caiu abaixo de US$ 90,00 por barril pela primeira vez em mais de dois anos.

Segundo a Opep, o preço médio da cesta ficou em US$ 89,37 por barril, ante US$ 90,40 ontem, atingindo o menor patamar desde junho de 2012.

Com isso, o preço da Opep está abaixo da cotação do Brent, que ainda opera acima de US$ 90,00 por barril. Às 7h30 (de Brasília), o Brent para novembro caía 0,96%, a US$ 91,20 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto o petróleo para o mesmo mês recuava 1,10%, a US$ 87,84 por barril, operando abaixo da marca psicologicamente importante de US$ 90,00. Fonte: Dow Jones Newswires.