Pemex registra perdas nos primeiros 9 meses de 2013

Produção média de petróleo nos primeiros nove meses do ano foi de 2,52 milhões de barris diários

Cidade do México – A empresa pública Petróleos Mexicanos (Pemex) anunciou nesta sexta-feira que perdeu 92,584 bilhões de pesos (US$ 7,121 bilhões) nos primeiros nove meses de 2013, em comparação com o lucro de 31,361 bilhões de pesos (US$ 2,412 bilhões) do mesmo período de 2012.

Em uma conferência para investidores, a Pemex também informou que no terceiro trimestre de 2013 registrou perda líquida de 39,199 bilhões de pesos (US$ 3,015 bilhões) em comparação com o lucro de 25 bilhões de pesos (US$ 1,923 bilhão) de julho a setembro de 2012.

A produção média de petróleo nos primeiros nove meses do ano foi de 2,52 milhões de barris diários e a empresa espera que continue subindo para fechar o ano em cerca de 2,6 milhões.

O Ebitda dos nove primeiros meses de 2013 (lucro antes de juros, impostos, desvalorização e amortização) subiu para 795 bilhões de pesos (US$ 61,153 bilhões), enquanto o processamento de produtos petrolíferos aumentou 3,2%.

A Pemex explicou que os resultados em baixa foram consequência de um aumento de custos de operação e administração, e da valorização do peso em comparação com sua cotação de há um ano, o que motivou uma perda por taxa de câmbio de 4 bilhões (US$ 307 milhões).

A Petróleos Mexicanos é a quinta maior produtora de petróleo do mundo e é considerada a 11ª maior companhia integrada em nível mundial.

A empresa mantém o monopólio da exploração dos hidrocarbonetos do país e a distribuição de seus derivados, um princípio constitucional que é revisado pelo Parlamento, e a fonte mais importante de receita do Governo federal.