Parente pressiona; IPO da Tenda…

Consumidor mais confiante

O índice que mede a confiança do consumidor no Brasil alcançou 80,6 pontos na medição de setembro, segundo dados divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV). No mês passado, o índice estava em 79,3 pontos. A confiança do consumidor vem crescendo nos últimos cinco meses, depois de atingir o pior resultado já registrado em abril. Setembro registra o melhor patamar dos últimos 20 meses. A crise que fez a economia encolher 3,8% em 2015 e uma previsão de redução de 3,3% para 2016 ajudaram a minar a confiança, que agora parece se restabelecer.

__

Parente pressiona

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, voltou a afirmar a necessidade da lei que desobriga a petroleira a explorar com exclusividade todos os campos de petróleo da bacia do pré-sal. Parente reuniu-se nesta terça-feira com o presidente Michel Temer para apresentou o plano de negócios da empresa e uma agenda regulatória que “pode ampliar investimentos”. “Se somos obrigados a operar todos os campos, não vamos ter recursos para isso, o que fará com que a exploração leve um tempo muito mais longo”, afirmou. Parente também disse que a Petrobras passará a adotar uma política de paridade internacional para o preço da gasolina, o que pode reduzir o custo do combustível. É esperado que até o final do ano haja redução no preço da gasolina. As ações da Petrobras caíram 2,16% com a notícia de que os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo estão num impasse em relação ao congelamento da produção de petróleo.

__

Bolsa reage

Depois de iniciar o dia em queda (chegou a 1,1%), o Ibovespa reagiu por volta do meio-dia e fechou o dia em alta de 0,57%, com 58.383 pontos. A virada foi causada pelo relatório trimestral de inflação do Banco Central, que animou investidores com uma possível queda na taxa básica de juro (Selic) em outubro. O bom desempenho de mercados internacionais também favoreceu a alta — o índice Dow Jones subiu 0,74%; e o S&P 500, 0,64%. A expectativa de queda nos juros puxaram algumas das principais altas do dia. A administradora de rodovias EcoRodovias subiu 2,76%, bem como a educacional Estácio e o banco Santander, que registraram altas de 2,74% e 2,51%, respectivamente. Após o bom desempenho de Hillary Clinton, o dólar operou durante o dia em queda, recuando 0,51%, cotado em 3,23 reais.

__

IPO no radar

A construtora e incorporadora Gafisa anunciou que o conselho de administração da empresa aprovou a contratação de bancos para avaliar uma possível oferta pública de ações (IPO) do braço de operações Tenda. A Gafisa está testando, há mais de um ano, separar a divisão de construção da Tenda, voltada para imóveis econômicos. “Não há decisão definitiva ainda quanto à realização de oferta pública ou em relação à venda de participação societária ou separação através de uma operação de reorganização societária”, divulgou a construtora em nota. As ações da Gafisa, fora do Ibovespa, subiram 0,4%.

__

Comércio cresce

As vendas no varejo registraram alta de 1,1% em agosto sobre o mesmo mês do ano passado, de acordo com dados da consultoria de crédito Boa Vista SCPC. A empresa acompanha o desempenho do varejo baseada nas consultas das empresas para o fechamento de negócios. É a primeira alta do índice na comparação anual desde abril de 2015. Na comparação com julho, o volume de negócios do mês foi 1,5% maior. No acumulado dos últimos 12 meses encerrado em agosto, o comércio varejista ainda luta para reagir: a queda acumulada é de 4,7%. O segmento que mais contribuiu para o aumento em agosto foi o de móveis e eletrodomésticos, que registrou aumento de 5,7% nas vendas de agosto em comparação com julho.

__

Cade em cima

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) informou que vai abrir inquérito administrativo para investigar a atuação da BM&FBovespa, empresa que opera a bolsa de São Paulo, por supostas infrações à ordem econômica. A investigação deriva de uma queixa apresentada pela Americas Trading System Brasil (ATS Brasil), empresa criada em parceria com a operadora da bolsa de Nova York, a Nyse Euronext, e a ATG. A ATS acusa a BM&FBovespa de ações de truste ao usar o poder do monopólio para aumentar as barreiras de entrada de concorrentes no mercado de negociação de ações. Em 2014, a ATS Brasil pediu aval à Comissão de Valores Mobiliários para criar uma concorrente da bolsa no Brasil. A BM&FBovespa disse que ainda não pode comentar o assunto. As ações da companhia encerraram o dia em alta de 1,2%, apesar da notícia.

__

Lew no Brasil

O secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Jack Lew, esteve no Brasil nesta terça-feira. Em reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Lew afirmou que as reformas encabeçadas pelo governo estão no caminho certo para “reorganizar o país”. Segundo o secretário, o Brasil passou por uma recessão grave e agora segue o caminho correto para o retorno do crescimento econômico. Meirelles afirmou que os dois discutiram temas macroeconômicos, além de questões relativas a um comércio bilateral entre os dois países. Lew passará também por Argentina, Colômbia e México em sua viagem pela América Latina.