Paraná entra na reta final para vender ações da Sanepar

ÀS SETE - o preço mínimo estipulado é de 50 reais. Ontem, as ações da companhia fecharam o dia a 54,16 reais

A companhia de saneamento do Paraná, a Sanepar, deve definir nesta terça-feira o preço de suas ações em uma oferta que pode ultrapassar os 900 milhões de reais.

O preço mínimo estipulado é de 50 reais. Ontem, as ações da companhia fecharam o dia a 54,16 reais.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

A oferta de ações da empresa deve trazer um alívio para o governo do Paraná, que precisa de caixa e ofertará 9.986.263 units, enquanto a companhia de energia do Paraná, Copel, fará uma oferta de 5.251.954 units. Para conseguir ofertar essas ações, o governo teve que montar toda uma estratégia.

O objetivo do governo é reduzir sua participação de 90% de ações ordinárias para 60%. Para poder fazer isso, no entanto, precisava de liquidez.

A Sanepar propôs então a conversão de ações ordinárias e preferenciais da empresa em units, que são depósitos de ações.

A Copel logo concordou, mas convencer os demais acionistas a fazer o mesmo foi uma árdua tarefa, vencida pelo governo no fim de novembro. Nesta terça-feira o Paraná trava outra difícil tarefa.

Além da Sanepar, a BR Distribuidora, o Burger King e a Neonergia ainda devem ofertar ações na bolsa este ano.

Somando ofertas iniciais e subsequentes, o número de empresas que ofertaram suas ações neste ano chega a 20 e o valor dessas ofertas totaliza 30,4 bilhões de reais.

As operações dos próximos dias podem totalizar mais 14,9 bilhões de reais, fazendo de 2017 o melhor ano para IPOs desde 2010.

Todos estão de olho no interesse dos investidores na Sanepar nesta terça-feira.