Pagamentos de dividendos caem quase 9,5% em 2016

Soma de dividendos e juros sobre capital próprio chegou a 67,6 bilhões de reais no ano passado

São Paulo — As empresas listadas na Bolsa pagaram em 2016 quase 9,5% menos dividendos e juros sobre capital próprio (JCP), em comparação com o ano anterior.

De acordo com um levantamento da consultoria Economatica, os pagamentos de proventos no ano passado somaram 67,6 bilhões de reais. Em 2015, 74,6 bilhões de reais foram distribuídos entre os acionistas.

Para a pesquisa, foram avaliadas as atividades de 255 empresas que tinham dados disponíveis para todos os anos analisados.

A Ambev é, pelo terceiro ano seguido, a empresa com o maior volume financeiro distribuído. No ano passado, a fabricante de bebidas pagou cerca de 10,3 bilhões de reais. O valor corresponde a quase 16% do total distribuído pelas empresas da amostra do levantamento no mesmo período.

Empresa Valor pago em dividendos e JCPs em 2016
Ambev 10,3 bilhões de reais
Itaú Unibanco 7,7 bilhões de reais
Bradesco 5,5 bilhões de reais
Cielo 4,1 bilhões de reais
Santander 3,2 bilhões de reais
Telefônica 2,9 bilhões de reais
Banco do Brasil 2,5 bilhões de reais
Cosan 1,9 bilhão de reais
Vale 1,8 bilhão de reais
JBS 1,6 bilhão de reais

Entre os setores, o bancário foi o que mais distribuiu proventos. Em 2016, 22 instituições do setor pagaram 21 bilhões de reais em dividendos e JCPs. O valor é quase 12% menor do que o distribuído em 2015.

Setor Valor pago em dividendos e JCPs em 2016
Bancário 21 bilhões de reais
Alimentos e bebidas 16,7 bilhões de reais
Elétrico 6,4 bilhões de reais
Software e dados 4,3 bilhões de reais
Telecomunicações 3,4 bilhões de reais
Outros 2,3 bilhões de reais
Transporte 2 bilhões de reais
Mineração 1,8 bilhão de reais
Petróleo e gás 1,6 bilhão de reais
Educação 1,1 bilhão de reais