Pagamento de dividendos atrai investidores para a Oi

A explicação para a performance da operadora nos últimos dias, segundo analistas, se dá por conta da política de pagamento de dividendos assumida em abril

São Paulo – Em meio a uma alta de quase 2% da Bovespa no terceiro pregão seguido, a Oi fechou esta terça-feira, 3, com a terceira maior alta no pregão eletrônico, registrando oscilação de 7,98%.

A explicação para a performance da operadora nos últimos dias, segundo analistas, se dá por conta da política de pagamento de dividendos assumida em abril, durante o Investor’s Day da companhia. A companhia, também em linha com o que foi anunciado, divulgou a captação de R$ 3,3 bilhões por meio de debêntures.

O Bradesco melhorou a recomendação da Oi na segunda-feira, 2, ressaltado os resultados do primeiro trimestre de 2012, o reestruturamento da companhia, o leilão do 4G no mês passado e, mais proeminentemente, o plano de pagamento de dividendos até 2015. O relatório ressalva, entretanto, que “ainda é muito cedo” para acreditar no plano de reviravolta de negócios.

Os papéis da empresa têm sofrido oscilação durante o ano, desde que conseguiu fazer a reestruturação societária, mas a alta recente pode ser explicada por um otimismo em relação aos planos. “O apelo de dividendo que a Oi tem começa a ficar mais tentador nessas últimas semanas. Ela tem uma política muito agressiva do pagamento nos próximos quatro anos”, explica o analista do Santander, Valder Nogueira. Segundo ele, a percepção do mercado quanto ao cumprimento dessa promessa está cada vez maior. “Em um cenário de juros caindo, é interessante”.

Para Nogueira, a Oi está conseguindo esses resultados porque tem conversado com o mercado investidor constantemente, mostrando alguns indicadores operacionais para dar garantias de estar no caminho para entregar o prometido. “Principalmente para aqueles que querem acreditar que a coisa vai andar, ela está deixando claro que tem uma política de dividendos muito forte”, diz Nogueira.

O analista do Santander acredita que a Oi está alinhada a um maior interesse por parte dos investidores sobre os dividendos. “O mercado está difícil, está privilegiando histórias mais defensivas”, afirma. Para Valder Nogueira, a companhia ainda precisa de uma “política de catequese grande” para explicar como vai mudar o jogo. Mas o fato é: o mercado está otimista e acredita nas promessas feitas em abril. Isso mostra a confiança dos investidores nos dividendos e reflete no valor dos papéis. “Se não ocorrer nenhuma tragédia, a operadora vai pagar um dividendo parrudo todo ano”, conclui a analista da Fator Corretora, Jacqueline Lison.