Ouro sobe impulsionado por tensões no Leste Europeu

Contratos futuros de ouro inverteram a tendência da manhã e fecharam o pregão em alta desta sexta-feira

São Paulo – Os contratos futuros de ouro inverteram a tendência da manhã e fecharam o pregão em alta desta sexta-feira, 2, impulsionados pelo aumento das tensões entre a Rússia e a Ucrânia, o que estimulou a fuga por ativos de maior segurança.

Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para junho fechou em alta de 1,5%, a US$ 1.302,90 a onça-troy. O contrato subiu 0,2% nesta semana.

Na manhã de hoje, a Ucrânia intensificou a ofensiva contra os insurgentes pró-Rússia que atuam no leste.

Como consequência, a Rússia convocou uma reunião de emergência no Conselho de Segurança da ONU para discutir a crise política e atacou o governo interino de Kiev, dizendo que os governantes são responsáveis pelo massacre da população.

Embora sem muita novidade, a reunião foi suficiente para inverter a tendência de perdas do ouro, que era motivada pelos bons números do relatório de emprego (payroll) do mês de abril.

“A estratégia mais ampla é de ficar com ouro nas carteiras no final de semana, pois há a possibilidade de a crise ucraniana evoluir para uma operação militar em grande escala”, disse o diretor de gestão da HC Wainwright, Jeffrey Wright.

Com informações da Dow Jones Newswires.