Ouro fecha na mínima em uma semana após dados dos EUA

Contrato de ouro para dezembro, que é o mais negociado atualmente, fechou em queda de US$ 11,80 por onça-troy, ou 0,9%, aos US$ 1.313,00 por onça-troy, na Comex

Nova York – Os contratos futuros de ouro fecharam na mínima em uma semana depois que indicadores bons sobre a economia dos EUA alimentaram preocupações com o fim dos estímulos do Federal Reserve.

A decisão de política monetária do banco central norte-americano foi divulgada depois do fechamento do mercado de metais preciosos.

O contrato de ouro para dezembro, que é o mais negociado atualmente, fechou em queda de US$ 11,80 por onça-troy, ou 0,9%, aos US$ 1.313,00 por onça-troy, na Comex.

A economia dos EUA cresceu 1,7% no segundo trimestre deste ano, mais do que a expansão de 1,1% registrada nos primeiros três meses do ano e também acima da alta de 0,9% prevista. Além disso, o setor privado dos EUA criou 200 mil empregos em julho, melhor do que a estimativa de 183 mil novas vagas.

Os dados fortes provocaram vendas de contratos de ouro, em razão das expectativas dos investidores de que as políticas de relaxamento monetário do Fed – que impulsionaram o ouro para máximas recordes – em breve serão reduzidas.

Muitos investidores buscaram a segurança do ouro em meio aos receios de que os estímulos do Fed pudessem gerar inflação e enfraquecer o dólar. Mas, conforme o banco central estuda reduzir as compras de bônus, esses receios desaparecem, o que faz alguns investidores se afastarem dos metais preciosos. Fonte: Dow Jones Newswires.