Ouro fecha em queda de 1,2%, menor nível em seis semanas

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para dezembro, perdeu US$ 20,70, fechando a US$ 1.724,00 a onça-troy

São Paulo – Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam no menor nível em seis semanas nesta sexta-feira. O metal recuou mais de US$ 20 e registrou baixa de 2% na semana, com balanços desapontadores, dado econômico negativo nos EUA e com o fato de que a cúpula da União europeia (UE), sem produzir resultados concretos, levou à alta do dólar ante o euro.

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para dezembro, perdeu US$ 20,70 (1,19%), fechando a US$ 1.724,00 a onça-troy, no menor preço desde 6 de setembro.

A cúpula de dois dias da UE chegou ao fim nesta sexta-feira sem grandes notícias para renovar a confiança dos investidores no sistema financeiro da Europa. O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, sinalizou que Madri não estava pronta para pedir um resgate.

Isso levou à alta do dólar ante o euro. Como é denominado na moeda americana, o ouro, nesse caso, torna-se mais caro para compradores que utilizam outras divisas.

Além disso, segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês), as vendas de moradias usadas nos EUA caíram 1,7% em setembro ante agosto, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 4,75 milhões. As informações são da Dow Jones.