Otimismo com reforma tributária leva Wall St a máximas recordes

O Dow Jones subiu 0,57%, a 24.792 pontos, o S&P 500 ganhou 0,54%, a 2.690 pontos, e o Nasdaq avançou 0,84%, a 6.994 pontos

Nova York – Wall Street fechou em níveis recordes nesta segunda-feira, com maior otimismo sobre a probabilidade de alíquotas menores de impostos corporativos, uma vez que a lei tributária republicana ficou um passo mais perto da aprovação.

O Dow Jones subiu 0,57 por cento, a 24.792 pontos, o S&P 500 ganhou 0,54 por cento, a 2.690 pontos, e o Nasdaq avançou 0,84 por cento, a 6.994 pontos.

O Nasdaq superou a marca de 7 mil pontos durante a sessão, mas fechou abaixo desse nível.

O Congresso dos Estados Unidos, controlado por republicanos, deve começar a votar a legislação tributária na terça-feira, visando levar o projeto de lei para o presidente Donald Trump assinar até o fim da semana. A senadora republicana Susan Collins disse que ela votaria pela reforma.

“Esse Congresso tem mostrado uma inabilidade de aprovar qualquer coisa ao longo dos últimos cinco anos”, disse Michael O’Rourke, estrategista chefe de mercado da JonesTrading em Greenwich, Connecticut. “Se um grande pedaço desse projeto for aprovado, você espera que os mercados fiquem felizes.”

Os índices dos EUA têm desfrutado de um rali que já dura quase um ano, com o S&P 500 e o índice blue chip do Dow Jones caminhando para seu melhor ano desde 2013.

O projeto de lei cortaria taxas de impostos corporativos para 21 por cento, ante 35 por cento, o que investidores estão apostando que aumentará lucros, bem como desencadear recompra de ações e maiores pagamentos de dividendos.