OSX, de Eike Batista, desaba 5% na Bolsa com operação da PF

A Polícia Federal cumpriam mandados de busca e apreensão na sede da petroleira e construtora naval do empresário Eike Batista

São Paulo – As ações da OSX Brasil registravam perdas de 5% na manhã desta quinta-feira, após a companhia ser alvo de mais uma operação da Lava-Jato. Os papéis eram comercializados na casa dos 14 reais.

A Polícia Federal cumpria mandados de busca e apreensão na sede da petroleira e construtora naval do empresário Eike Batista. A ação intitulada “Operação Arquivo X”.

Em depoimento ao Ministério Público Federal, Eike Batista declarou que foi procurado por Guido Mantega para fazer um pagamento de 5 milhões de reais ao PT, em novembro de 2012.

Sob orientação do partido, ele teria firmado um contrato fraudulento com uma empresa de publicidade para realizar as transferências, feitas no exterior, num total de 2,35 milhões de dólares.

O ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi preso na manhã de hoje. A prisão é temporária e foi decretada por Sergio Moro.