Os fatos que bombaram no mercado nesta quinta-feira

Ibovespa fecha a quinta-feira praticamente estável, com leve queda de 0,14%; veja os destaques do dia

São Paulo – O Ibovespa fechou a quinta-feira praticamente estável, com leve queda de 0,14%, aos 55.637 pontos. Na semana, o principal índice da bolsa brasileira registram alta de 1,5%.

Lá fora, as bolsas europeias fecharam em queda, pressionadas pela aversão ao risco desencadeada pelo anúncio de novas sanções políticas e econômicas contra a Rússia.

No final do pregão, a notícia de que um avião da Malaysia Airlines foi derrubado na Ucrânia, com 295 pessoas a bordo, reforçou o pessimismo do mercado externo.

Será?

A notícia divulgada pela revista alemã Manager Magazin de que a Volkswagen estaria interessa em comprar a Fiat fez as ações da companhia italiana fecharem em alta de 1,46%. Já os papéis da Volks encerraram em queda de 2,91%. As duas companhias negaram qualquer discussão sobre uma possível fusão. 

Mais um capítulo no drama da Oi

Os papéis da Oi chegaram a liderar as perdas do pregão nesta quinta-feira, terminando o dia com uma queda de 6,2%. Nesta quarta-feira, a Fitch rebaixou a classificação de risco de crédito da Oi – ou seja, a agência acredita que a capacidade da empresa honrar suas dívidas diminuiu. Em relatório, o banco UBS destacou os riscos de governança maiores do que a média do setor. 

Negócio da China

Os papéis da Embraer fecharam em alta de 1,6%. A companhia venderá 60 jatos comerciais do modelo E-190 para duas companhias chinesas, em acordos que podem chegar a um valor total de 2,86 bilhões de dólares. 

Investir para crescer

Os papéis da CVC registraram ganhos de 3,6%. Segundo informações do Blog Primeiro Lugar On-Line, da revista Exame, a maior operadora de turismo do país está negociando uma aquisição da Rextur Advance. Estima-se que a aquisição custará entre 400 milhões e meio bilhão de reais. Com a compra, a operadora praticamente dobraria de tamanho. 

Enquanto a pesquisa não sai

O mercado redobra atenções aos papéis de estatais e especula que a pesquisa Datafolha – que deve ser divulgada nesta quinta-feira – mostrará uma queda nas intenções de voto à presidente Dilma Rousseff. No pregão de hoje, as ações ordinárias da Petrobras fecharam em alta de 1,8%, enquanto os papéis do Banco do Brasil avançaram 0,5%.