Oi tem maior recuo em três meses com lucro 80% menor

Ação chegou a cair 3,8 por cento, maior queda intradiária desde 28 de dezembro, para R$ 9,732

São Paulo – A Oi SA, nova denominação da Brasil Telecom SA, tinha a maior queda em três meses após divulgar queda de 80 por cento no lucro do quarto trimestre.

Oi recuava 3,8 por cento às 16:13, maior queda intradiária desde 28 de dezembro, para R$ 9,732. O Ibovespa caía 0,7 por cento no mesmo horário.

O lucro líquido da empresa foi de R$ 140,7 milhões, segundo comunicado à Comissão de Valores Mobiliários. As despesas financeiras subiram 53 por cento com os custos do processo de reorganização, que vai combinar todas as empresas do grupo em uma só e substituir sete classes de ações por duas.

“A história de investimento da Oi está prestes a passar por uma grande mudança”, disse Susana Salaru, analista do Banco Itaú BBA, em relatório a clientes em que reiterou nota equivalente à neutra para a companhia. “Esperamos que 2012 seja desafiador para a Oi.”

A Oi poderá gastar cerca de R$ 2 bilhões para comprar as ações dos minoritários que optaram pelo direito de recesso, disse hoje o diretor financeiro da Oi, Alex Zornig, a repórteres em teleconferência. A empresa é obrigada a adquirir as ações que os minoritários não quiserem manter após a reestruturação. A Oi avalia o que fará com as ações e não pretende vendê-las novamente, disse Zornig.