Oi consegue adesão mínima de acionista para converter papéis

Operadora está em processo para converter suas ações preferenciais em ordinárias

São Paulo – A Oi divulgou ontem alguns dados preliminares sobre o processo de conversão de suas ações preferenciais (PN) em ordinárias (ON).

Em fato relevante, a empresa afirma que as informações que obteve da BM&FBovespa, do Banco do Brasil e do BNY Mellon, que é o agente americano na oferta de permuta, dão conta de que foi atingida a adesão mínima de dois terços de ações preferenciais em circulação no mercado a favor da permuta.

A operadora de telefonia também recebeu a indicação de que 67,46 milhões de American Depositary Shares (ADSs) PN negociadas na Bolsa de Nova York aceitaram a troca por ações ON. Esse número corresponde a 14,3% do total de ações PN da Oi em circulação no mercado, tanto em Nova York quanto no Brasil.