Oferta do Global 2041 pode chegar a US$ 500 milhões

A expectativa é de que a taxa de retorno do papel fique abaixo de 5%

Brasília – A oferta do Global 2041 que o Tesouro Nacional está fazendo hoje é de até US$ 500 milhões, segundo apurou a Agência Estado junto a fontes ligadas à operação. A expectativa é de que a taxa de retorno do papel (yield) fique abaixo de 5%. É a terceira emissão do Global 2041 – uma emissão inicial e duas reaberturas. A taxa de retorno mais baixa para esse papel foi fixada em 5,20%.

O Tesouro encontrou uma oportunidade para a emissão externa diante da melhora das condições do mercado internacional. O prazo mais longo do papel tem, normalmente, demanda mais restrita, mas agora o Tesouro observou um aumento da procura por esse tipo título e optou por esse prazo.

A última emissão do Global 2041 (Global 2041) foi em 14 de setembro de 2010, com a colocação de US$ 550 milhões no mercado internacional, com yield de 5,202%. A emissão inicial desse papel foi executada no dia 30 de setembro de 2009, com a colocação de US$ 1,275 bilhão papéis e yield de 5,80%. O estoque total até o momento desse papel no mercado soma US$ 1,825 bilhão.