Oferta de ações Tupy pode chegar a R$ 673,92 milhões

A empresa fará oferta primária de 26 milhões de ações ordinárias e secundárias, que poderá corresponder a até 5,2 milhões de papéis

São Paulo – A Tupy S.A. publicou nesta quarta-feira, 25, aviso ao mercado de sua oferta primária de 26 milhões de ações ordinárias e secundárias, que poderá corresponder a até 5,2 milhões de papéis, esta no âmbito da colocação do lote adicional. A empresa, que havia publicado o prospecto preliminar, mas não tinha detalhado o número de ações que fariam parte da operação ou o cronograma, havia interrompido a oferta em junho.

Conforme aviso ao mercado publicado hoje, a quantidade de ações poderá ser acrescida em até 15% da oferta primária em lote suplementar, ou seja 3,900 milhões de ações, em caso de excesso de demanda, e até 20% em lote adicional que poderão ser ofertados a critério do acionista vendedor (oferta secundária).

O preço será fixado no dia 16 de outubro, quando se encerra o período de coleta de intenções de investimento (bookbuilding), que se inicia nesta quarta-feira, 25. Pelo valor do fechamento da ação na terça-feira, 24, na Bovespa (R$ 19,20), a oferta pode alcançar, no máximo, R$ 673,92 milhões, com a colocação das oferta secundária e o lote suplementar. Sem contar os lotes suplementar e o adicional (oferta secundária), pode ser de R$ 499,20 milhões.

O período de reserva vai de 2 a 15 de outubro, conforme cronograma. A oferta de varejo será de no mínimo 10% e máximo de 20% das ações, para investimentos de no mínimo R$ 3 mil e no máximo R$ 300 mil. O início da negociação das ações da oferta no Novo Mercado da Bovespa está previsto para 18 de outubro.

A operação, que contará com esforços de colocação no exterior, não admitirá distribuição parcial sendo possível o cancelamento do pedido caso não haja investidores suficientes para subscrever a totalidade das ações até a conclusão do bookbuilding. Segundo divulgado anteriormente, os recursos provenientes da oferta primária serão destinados a projetos de redução de custo e de expansão e adequação de estrutura de capital.

Em fevereiro, os acionistas da fundição Tupy aprovaram, em assembleia geral extraordinária, a conversão da totalidade das ações preferenciais da companhia em ordinárias, o desdobramento das ações ON, o aumento do capital autorizado para R$ 1,2 bilhão e a reforma integral do estatuto. As mudanças faziam parte do plano da companhia para migrar para o Novo Mercado da Bovespa.