Ofensiva dos Batista e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir

Indiciados ontem pela PF, os advogados de Joesley e Wesley preparam ao menos três recursos para serem apresentados no STF até segunda-feira

São Paulo – Leia as principais notícias desta sexta-feira (22) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Após STJ manter Batistas na prisão, advogados farão ofensiva no Supremo. Indiciados pela PF por manipulação de mercado, a defesa dos irmãos Batista prepara ao menos três recursos para serem apresentados à Corte até segunda-feira, segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo.

Juro deve cair a patamares recordes e por longo prazo. Avaliação do jornal Valor Econômico aponta que, ao divulgar ontem o Relatório de Inflação, o Banco Central (BC) deixou claro que vai continuar reduzindo a taxa básica dos juros (Selic) e que a economia conviverá com juros historicamente baixos por um bom tempo.

Privatização dos Correios divide governo. Segundo o jornal Valor Econômico, alguns membros da equipe econômica de Temer buscam alternativas para superar o prejuízo dado pela estatal nos últimos anos.

Braço direito de Janot pode ser investigado, diz procurador. Em conversa presenciada pelo jornal Folha de S.Paulo, um integrante da equipe de Raquel Dodge, afirmou que a “tendência” do órgão é investigar Eduardo Pelella, ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot.

Funaro acusa Temer de comprar imóvel com dinheiro de propina. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o delator da Lava Jato acusou o presidente à PGR. O planalto rebateu a informação e disse que “Funaro continua espalhando mentiras e inverdades de forma contumaz”.

Encurralado, Buscapé negocia consultoria Ebit. Em meio a reformulação, empresa tenta vender o ativo para investir no novo modelo de negócios e melhorar seu balanço de 2017.

Receita Federal mira operações com dinheiro vivo. O jornal O Estado de S.Paulo divulgou que transações de valores superiores a R$ 30 mil em espécie terão de ser informadas ao Fisco, a partir do primeiro semestre de 2018.

Temer corre para evitar rebelião na base após ataque de Maia. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o presidente assume ação para contornar crise com o presidente da Câmara, que acusou o PMDB e o governo de dar uma “facada nas costas” do DEM.

Política e mundo

Segunda denúncia contra Temer chega à Câmara dos Deputados. Cabe aos deputados autorizar ou não a continuidade do processo no STF, que pode levar ao afastamento do peemedebista do cargo. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, disse que não vai misturar problemas partidários com denúncia.

Doria defende prévias e pesquisas para PSDB escolher candidato. O tucano disse que um partido como o PSDB não pode escolher o candidato a presidente sem lançar mão das pesquisas de opinião.

Russos querem participar de leilões do pré-sal, diz Aloysio Nunes. Em reunião, o chanceler russo falou que empresas do país pretendem participar da retomada das obras de Angra 3 e dos novos leilões de petróleo do pré-sal.

Kim Jong-Un diz que fará com que Trump pague caro por discurso. Ao chamar Trump de “mentalmente perturbado”, Kim disse que seu discurso na ONU confirmou que o programa nuclear está no “caminho correto”.

Autoridades mexicanas estimam que 50 pessoas seguem soterradas. A Secretaria de Governo do México elevou para 273 o número de mortos pelo terremoto no país.

Enquanto você desligou…

Sócio da BR Malls quer vender 30% de negócio avaliado em R$520 milhões. Segundo o acordo, o exercício da opção de venda depende de a ação da BR Malls superar 18,28 reais.

Minoritários pedem arbitragem na B3 contra Petrobras em ação. Uma fonte revelou que o pedido submetido à Câmara de Arbitragem da B3 envolve fundos de pensão, fundos de investimento e “um número significativo de investidores pessoa física”.

Eldorado adere a acordo de leniência da J&F com MP. A fabricante de celulose afirmou que a adesão a resguarda dos impactos financeiros do acordo, que serão integralmente assumidos pela J&F.

Braskem encerra contrato de fornecimento com venezuelana PDVSA. A petroquímica não comentou sobre o motivo para o fim do contrato, mas afirmou que representava menos de 0,1% de seu consumo anual de nafta.

B3 recebe multa de R$3 bi da Receita referente a ágio com Bovespa. O valor inclui R$ 2,22 bilhões a título Imposto de Renda e R$ 798,17 milhões de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), incluindo multas e juros.

JSL avalia IPO de negócio de locação e venda de caminhões e máquinas. A empresa informou que contratará instituições financeiras para assessorá-la nessa análise.

Agenda do dia

Nesta sexta-feira, sai a Confiança do Consumidor em setembro da FGV. Nos Estados Unidos, sai o PMI Industrial e de Serviços de setembro.