Nova York fecha em alta e recupera parte da queda anterior

Traders disseram não haver uma notícia específica que motivasse a alta

Nova York – As bolsas dos Estados Unidos fecharam em alta nesta terça-feira, 04, recuperando uma pequena parte das perdas da segunda-feira. Traders disseram não haver uma notícia específica que motivasse a alta.

“Não é incomum termos uma pequena recuperação depois de um dia como o que tivemos na segunda-feira. Mas precisamos ver continuidade antes de sentir algum conforto. Tendo em vista a preocupação do mercado com o crescimento, os dados econômicos têm mais importância neste momento”, disse o estrategista Paul Zemsky, da ING US Investment Management.

A recuperação das moedas e a estabilização dos mercados de ações de países emergentes também contribuíram para a alta das Bolsas nos EUA.

O índice Dow Jones fechou em alta de 72,44 pontos (0,47%), em 15.445,24 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 34,56 pontos (0,86%), em 4.031,52 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 13,31 pontos (0,76%), em 1.755,20 pontos.

David Kelly, estrategista da JPMorgan Funds, disse que os investidores prestarão muita atenção nos dados sobre o nível de emprego que saem nesta semana nos EUA ( o número de postos de trabalho criados no setor privado, amanhã, o número de pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, na quinta-feira, e os dados oficiais do desemprego em janeiro, na sexta). “As pessoas querem saber se há uma debilidade real na economia norte-americana ou se o índice de atividade industrial divulgado na segunda-feira foi apenas uma aberração. Se o mercado ver um indicador fraco de emprego, ele poderá estender rapidamente as perdas recentes – ou revertê-las se o indicador sair forte”, acrescentou Kelly.

As ações da Microsoft recuaram 0,36%, depois de a empresa anunciar a nomeação de seu chefe da área de software para servidores e empresas, Satya Nadella, para ser o novo CEO da companhia. As da rede varejista JC Penney caíram 10,56%, em reação a seu informe de vendas no quarto trimestre. Os ADRs do banco suíço UBS subiram 5,93%, em reação a seu informe de resultados. Fonte: Dow Jones Newswires.