Nova York em queda forte com incerteza sobre economia

Causou preocupação o fato de o índice de preços ao consumidor da zona do euro ter caído a 0,7% em janeiro, em comparação com igual mês do ano passado

Nova York – O mercado norte-americano de ações está em queda forte, em reação a resultados de empresas e com um crescimento da aversão ao risco.

Além da volatilidade de algumas moedas de países emergentes, causou preocupação o fato de o índice de preços ao consumidor da zona do euro ter caído a 0,7% em janeiro, em comparação com igual mês do ano passado.

Nos EUA, a renda pessoal teve variação zero em dezembro, enquanto os gastos do consumidor tiveram um crescimento de 0,4%; o índice de confiança do consumidor da Universidade de Michigan caiu a 81,2 em janeiro, de 82,5 em dezembro.

“As pessoas estão olhando para o mercado de moedas em busca de direção, mas não há capitulação em termos de um movimento realmente agressivo de vendas. Ninguém tem noção do que isso significa para o longo prazo”, disse Bill Nichols, diretor de operações com ações da Cantor Fitzgerald. Entre as moedas de países emergentes que mais estão caindo estão o rand sul-africano, o won sul-coreano, a lira turca e a forint da Hungria.

Entre as ações de empresas que divulgaram resultados, os destaques são Google (+3,2%), Amazon.com (-8,2%), MasterCard (-4,9%), Chevron (-4,1%), JDS Uniphase (+7,3%), Mattel (-9,2%), Chipotle (+12,8%), Wynn Resorts (+%) e Zynga (+19,1%). As ações da Walmart caíam 0,9% depois de a empresa rebaixar sua projeção de lucro para o trimestre.

Às 13h40 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 205 pontos (1,30%), para 15.643 pontos; o Nasdaq recuava 38 pontos (0,93%), para 4.084 pontos; o S&P-500 caía 18 pontos (1,00%), para 1.776 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.