Nova corretora amplia portfólio para crescer 25%

A Necton corretora é fruto da fusão de duas conhecidas e tradicionais corretoras do país, a Spinelli e a Concórdia

São Paulo  – Foi lançada nesta terça-feira (22), na sede da B3, em São Paulo a corretora Necton. A corretora é o fruto da fusão de duas conhecidas e tradicionais corretoras do país, a Spinelli e a Concórdia, fundadas em 1953 e 1986, respectivamente.

A Necton nasce com 250 profissionais, uma carteira de 35 mil clientes e 10 bilhões de reais em ativos sob administração. O processo de fusão foi de cerca de um ano e a corretora recebeu o aval do Banco Central no final do ano passado.

Com a fusão das corretoras, a Necton ampliou as suas atividades para além da intermediação de negociações de ações e passou a oferecer outros tipos de investimentos, como CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários), CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), Debêntures e títulos públicos.

“Aumentamos nosso portfólio de fundos. A Spinelli, que era focada em varejo, tinha relacionamento cerca de 20 fundos. Hoje são mais de 300 fundos de investimentos”, explicou Rafael Giovani, diretor operacional da Necton.

Apesar da ampliação do portfólio, Giovani destaca que o foco da nova corretora é trabalho de curadoria e de oferecer um serviço personalizado ao cliente. ”Passamos a ter uma visão e uma sugestão para cada família de produto”, completa Giovani.

Quem está à frente da nova corretora é Marcos Maluf. Em entrevista aos jornalistas durante o evento, o CEO da corretora destacou o braço educacional da corretora. Por meio da produção de textos, relatórios e vídeos, a corretora sonha em ajudar o brasileiro a investir melhor.

“São vídeos curtos, de cerca de um minuto, e explicativos. Brinco que deve ser entendido facilmente pela minha mãe, que não investe e não entende de mercado financeiro.” Um sonho audacioso de uma corretora que nasce com quase 100 anos de experiência combinada no mercado.