Nova carteira do Ibovespa mantém critérios atuais

Em comunicado, a bolsa informou que foi criado um Grupo de Trabalho para estudar e debater a nova realidade do mercado

São Paulo – A BM&FBovespa informa nesta quarta-feira, 31, que o próximo rebalanceamento da carteira do Ibovespa, para o período de setembro a dezembro deste ano, ocorrerá de acordo com os critérios que estão hoje em vigor.

Em comunicado, a bolsa informou que foi criado um Grupo de Trabalho para estudar e debater a nova realidade do mercado e também o Ibovespa. Esse grupo é composto por integrantes de diversos segmentos, como gestoras de recursos financeiros, empresas, sociedades corretoras de valores mobiliários, bancos múltiplos.

De acordo com comunicado, o Grupo de Trabalho considerou todas as ocorrências com a negociação de papéis no mercado ao longo de dez anos e apresentou sugestões para aperfeiçoar a metodologia utilizada hoje. Hoje a BM&Fbovespa avalia as sugestões propostas pelo Grupo de Trabalho.

Recentemente, o presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, disse que o trabalho do grupo começou há oito meses. Na ocasião, o executivo afirmou que considera remota a hipótese de uma mudança drástica na metodologia do índice. “Mexer num índice que tem 45 anos tem muito risco”, disse Edemir.

Ele admitiu, entretanto, que poderá haver ajustes mas que seriam implementados em um período mais longo, de dois a três anos. Também podem vir a ser criados novos índices, segundo ele.