Nikkei cai mais de 2% antes de dados nos EUA

Foram registradas grandes vendas no mercado futuro antes de dados no mercado de trabalho dos EUA

Tóquio – A Bolsa de Tóquio fechou em forte queda guiada por grandes vendas no mercado futuro antes de dados no mercado de trabalho dos EUA. Um dólar mais fraco também pressionou as ações de algumas empresas exportadoras. O índice Nikkei encerrou o dia em queda de 2,2%, aos 15.407,94 pontos.

Enquanto a maior parte dos investidores espera que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) comece a reduzir o programa de estímulos em algum momento no próximo ano, fortes números no mercado de trabalho de novembro aumentariam a especulação de um início antecipado nas reduções, afirmaram estrategistas.

Hoje os EUA publicarão o relatório sobre criação de empregos no setor privado, produzido pela ADP. Na sexta-feira virá a público o relatório de emprego de novembro.

“Investidores agora estão preocupados que dados mais fortes que o esperado podem levar ao início da redução dos estímulos do Fed em dezembro”, afirmou Kenichi Hirano, da Tachibana Securities.

Estrategistas também notaram que o mercado está cauteloso sobre uma potencial queda no mercado acionário antes do vencimento de contratos futuros e de opções, em 13 de dezembro.

Ações com muita participação no índice registraram fortes perdas. As da KDDI registraram perdas de 3,3% e as da Fast Reatiling perderam 1,9%. Entre as exportadoras, as ações da Kyocera marcaram queda de 3,8% e as da Honda Motor caíram 1,6%.

No mesmo momento do fechamento da Bolsa de Tóquio, o dólar era negociado a 102,52 ienes, contra 103,21 ienes no fim do pregão de ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.