Nasdaq está perto de realizar oferta hostil pelo controle da Nyse

Proposta pode ser apresentada até quarta-feira, informa a CNBC sem revelar as fontes

São Paulo – A Nasdaq está próxima de realizar uma oferta hostil pelo controle da Nyse (New York Stock Exchange), informou a CNBC sem revelar as fontes da informação. A proposta pode ser apresentada até quarta-feira (16), revela a nota. A operação incluiria também a participação da ICE (IntercontinentalExchange).

A fusão entre as duas bolsas poderia ser alvo das autoridades antitruste do país. Juntas, as duas bolsas dominam quase a totalidade das negociações com ações no país. A oferta da Nasdaq poderia atrapalhar os planos de fusão entre a Deutsche Boerse e a Nyse anunciada no mês passado.

O acordo, que chegaria a 10,2 bilhões de dólares, criaria a maior bolsa de valores do mundo em receita. A nova bolsa, ainda sem nome, teria a composição acionária dividida em 40% para a Nyse e 60% para a Deutsche Boerse.

Apesar das possíveis dificuldades criadas pela concentração de mercado a ser criada pela fusão, um acordo entre as duas bolsas americanas poderia soar mais interessante aos que temem a perda de independência da bolsa americana no mercado financeiro internacional.

A união entre a Nyse e a Deutsche Boerse marcou a terceira operação similar nos últimos três meses. Recentemente, a bolsa de Singapura adquiriu a da Austrália por 8,4 bilhões de dólares. Em outro acordo, a bolsa de Londres (LSE) anunciou a fusão com a bolsa de Toronto (TMX).

As ações da Nyse dispararam logo após a publicação da notícia pela CNBC. Os papéis chegaram a atingir uma valorização de 4,5%, negociadas a 36,55 dólares. As ações da Nasdaq, por sua vez, operam em baixa de 3,02%, vendidas a 26,37 dólares.