Localiza e Submarino são os IPOs latinos mais rentáveis de 2005

Das 20 empresas latino-americanas analisadas pela consultoria Economática, dez registraram desvalorização

A locadora de veículos Localiza e o site de vendas Submarino foram as empresas que mais se valorizaram neste ano desde sua oferta pública inicial de ações, entre 20 empresas latino-americanas analisadas pela consultoria Economática. A empresa avaliou a rentabilidade de oito companhias brasileiras, sete mexicanas e cinco chilenas cujos papéis começaram a ser negociados em bolsa em 2005.

A Localiza, listada no pregão em 20 de maio, apresentou valorização de 152,82% até o último dia do ano. Em segundo lugar, ficou o Submarino, com alta de 91,95%. O site foi listado na bolsa de valores em 29 de março. Apenas uma empresa brasileira, a Renar Maçãs, listada no pregão em 25 de fevereiro, apresentou desvalorização. Seus papéis recuaram 48,75% no período.

Já entre as empresas dos demais países, das sete mexicanas analisadas, apenas três se valorizaram. O destaque positivo foi a Ideal, do ramo de construção, cujas ações subiram 77,18% desde 15 de setembro, quando foi listada na bolsa mexicana. O desempenho lhe garantiu o terceiro lugar entre as companhias avaliadas pela Economática. Já o pior desempenho coube à seguradora Qualitas, que perdeu 49,65% de seu valor.

Todas as cinco empresas chilenas viram seus papéis caírem desde a listagem no ano passado. A menor perda coube à Invermar, do setor agrícola e de pesca, cuja queda foi de 5,45% desde 10 de novembro. Já o Colo Colo, time de futebol chileno que recorreu à bolsa para captar recursos a fim de saldar pesadas dívidas, viu seus papéis perderem 25% de seu valor desde o início dos pregões, em 24 de junho. De acordo com a Economática, a rentabilidade de todas as empresas foi calculada em moeda local e, portanto, não foi ajustada ao dólar.