Moody’s rebaixa Oi por alavancagem financeira

Aproximadamente US$ 7 bilhões em dívida foram afetadas pela decisão

São Paulo – A agência de rating Moody’s rebaixou nesta terça-feira a nota de risco da Oi por conta da sua alta alavancagem financeira. A classificação na escala global passou de Baa2 para Baa3, o nível mais baixo dentro do grau de investimento.

Já a Telemar Participações, que detém 56% das ações ordinárias da Oi (OIBR3; OIBR4), teve a nota reduzida de Baa3 para Ba1, na região considerada “especulativa”. A perspectiva é negativa. Aproximadamente US$ 7 bilhões em dívida foram afetadas pela decisão

Segundo Nymia Almeida, analista da Moody’s, o nível de endividamento da empresa está acima das companhias do mesmo setor e com rating similar. 

“Além disso, a habilidade da Oi em desalavancar significativamente no curto prazo será limitada devido ao ambiente competitivo na indústria brasileira de telecomunicações e a forte pressão regulatória sobre as empresas para ampliar os investimentos de capital, e também pelo rígido comprometimento com o pagamento de dividendos”, explica Nymia.