Moody’s ameaça rebaixar nota de crédito do banco Cruzeiro do Sul

Anúncio vem após a aquisição de 88% do Prosper, explica a agência

São Paulo – O banco Cruzeiro do Sul (CZRS4) pode ter a nota de classificação de risco rebaixada pela Moody’s, avisa a agência em um comunicado publicado nesta quarta-feira. O rating de longo prazo Ba3 em escala global e A3 em escala nacional foram colocados em revisão para um possível rebaixamento.

Segundo a nota, a ação vem após o anúncio da compra de 88,7% do banco Prosper por 55 milhões de reais. A analista Ceres Lisboa observa que a revisão irá focar no impacto da aquisição sobre o perfil de liquidez, rentabilidade e posição de caixa do banco, que poderiam ser ainda mais afetados.

“Além disso, a transação deve ser paga com recursos de caixa do BCSul, e potencialmente requerirá R$100 milhões em injeção de capital, com um potencial impacto na atual posição de liquidez do banco”, explica Ceres no comunicado. O Cruzeiro do Sul já teve a nota rebaixada em novembro de 2011.