Moody’s reduz perspectiva de nota da UE

Apesar do cenário negativa, a agência manteve o triplo A do bloco, ao menos no curto prazo

Nova York – A agência classificadora Moody’s reduziu nesta segunda-feira de estável para negativa a perspectiva da nota que atribui à União Europeia (UE), alegando que ela se alinha à queda das perspectivas de importantes países-membros, como Alemanha e França.

“É razoável assumir que a credibilidade da UE deve se mover em linha com a de seus principais países”, disse a agência, citando perspectivas negativas para Grã-Bretanha, França, Alemanha e Holanda.

Apesar da perspectiva negativa, a agência manteve o triplo A da UE, ao menos no curto prazo, dizendo que os dois principais pontos responsáveis pela nota têm ficado inalterados: a gestão conservadora do orçamento e o apoio fornecido aos seus 27 Estados-membros. No médio prazo, no entanto, a nota poderá ser rebaixada caso esses pontos sejam comprometidos, disse a Moody’s.

A Grã-Bretanha, França, Alemanha e Holanda, que juntos somam 45% da receita da UE, de acordo com a Moody’s, também mantiveram a nota AAA.