Moody’s reduz nota da YPF para dívida em moeda argentina

A nota foi rebaixada de "Ba3" para "B3"

Nova York – A agência de classificação de risco financeiro Moody’s reduziu nesta terça-feira a nota da dívida em moeda argentina da petroleira YPF de “Ba3” para “B3”, como consequência do anúncio da expropriação da empresa por parte do governo argentino.

“A Moody’s Investors Service reduziu a nota da YPF Sociedade Anônima após a esperada nacionalização parcial da YPF anunciada pelo governo”, destaca a agência em um comunicado.

“Moody’s reduz a classificação em Escala Global, Moeda Local, de B3 a Ba3, e a classificação em Escala Nacional de Baa3.ar para Aa2.ar, com possibilidade de revisão para baixo”, assinala o texto.

Segundo a agência, a YPF “não deve ter uma classificação superior a do governo (argentino) e a qualificação foi equilibrada”.

“A revisão para baixo reflete a incerteza em relação à maneira como o governo administrará a YPF, incluindo a incerteza em torno do futuro perfil operacional e financeiro da companhia”.

Repsol anunciou que exigirá 10 bilhões de dólares pela expropriação de seu controle acionário da YPF.