Moody’s corta rating individual BCA da Petrobras

Devido investigações de corrupção, a agência de classificação de risco de crédito reduziu o rating individual da Petrobras

São Paulo – A agência de classificação de risco de crédito Moody’s reduziu nesta quarta-feira o rating individual da Petrobras, medido pelo critério Baseline Credit Assessment (BCA), de Baa3 para Ba1.

Em relatório, a Moody’s atribuiu a decisão ao crescente risco de liquidez, devido às investigações sobre alegações de corrupção na companhia.

O rating representa o risco intrínseco da companhia, a despeito do suporte de seu maior sócio, o governo brasileiro, afirmou a Moody’s. O rating global de emissor da Petrobras foi mantido em Baa2, com perspectiva negativa.