Moody’s corta perspectiva de bancos no Brasil para negativa

Agência reduziu a perspectiva sobre o sistema bancário brasileiro por conta de um cenário operacional cada vez mais difícil

São Paulo – A agência de classificação de risco Moody’s reduziu a perspectiva sobre o sistema bancário brasileiro de “estável” para “negativa”, diante de um cenário operacional no país cada vez mais difícil.

“Esperamos que a economia do Brasil cresça menos de 1 por cento este ano e apenas 1 por cento no próximo”, disse em comunicado o vice-presidente da Moody’s e co-autor de levantamento usado pela agência para justificar o corte na perspectiva do setor bancário, Ceres Lisboa.

“As políticas fiscal e monetária divergentes do país e a eleição geraram mais incerteza entre os investidores, o que vai pesar sobre a capacidade dos bancos em gerar capital”, disse Lisboa.

“E o mercado de trabalho está começando a enfraquecer. O desemprego está baixo principalmente por causa de uma queda temporária na força de trabalho ativa, mas a geração de postos de trabalho recuou ao menor nível da última década”, acrescentou.