Moeda do Facebook enfrenta teste após desistência de grandes financiadores

A Mastercard e a Visa abandonaram a Libra Association, na sexta-feira, assim como o eBay, a startup de fintech Stripe e empresa de pagamentos Mercado Pago

Londres — A criptomoeda libra, do Facebook, enfrenta uma reunião crucial de apoiadores nesta segunda-feira, dias após o projeto de moeda digital sofrer um duro golpe quando as grandes empresas de pagamento desistiram da iniciativa.

A Mastercard e a Visa abandonaram a Libra Association, com sede em Genebra, na sexta-feira, assim como o eBay, a startup de fintech Stripe e empresa de pagamentos Mercado Pago.

Políticos e reguladores dos Estados Unidos à Europa disseram que a libra corre o risco de perturbar a estabilidade financeira global, minando a privacidade dos usuários e facilitando a lavagem de dinheiro.

O PayPal iniciou a saída da Libra Association este mês, deixando o Facebook sem o apoio de nenhuma empresa de pagamentos importante para o projeto, com lançamento previsto para junho de 2020.

A Libra disse neste mês que daria detalhes após a reunião das 1.500 “entidades” que indicaram “interesse entusiástico” para participar do projeto.

Os membros revisarão um estatuto e nomearão um conselho na reunião da Libra, que será realizada em Genebra, informou o Wall Street Journal este mês.

Uma porta-voz não respondeu imediatamente às perguntas da reunião da Libra Association, cujos membros restantes incluem a Vodafone e as empresas Uber e Lyft.

O projeto também inclui organizações sem fins lucrativos, grupos de capital de risco e empresas de blockchain, mas a saída de grandes empresas financeiras representa um obstáculo aos esforços de Libra para convencer reguladores e políticos sobre a segurança da moeda.

No mês passado, a França prometeu impedir o funcionamento da libra na Europa, com o Banco da Inglaterra estabelecendo altos obstáculos que ele deve enfrentar antes do seu lançamento. O chairman do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, também sugeriu que o projeto não poderia avançar antes que as preocupações fossem atendidas.