Mercados estão atingindo ponto de baixo retorno, diz Gross

Célebre investidor em bônus, criticou nesta quinta-feira bancos centrais em todo o mundo pelo uso de ferramentas não convencionais de expansão monetária

Nova York – Bill Gross, o célebre investidor em bônus, criticou nesta quinta-feira bancos centrais em todo o mundo pelo uso de ferramentas não convencionais de expansão monetária e aconselhou investidores a reduzir a exposição a risco em 2015, já que os mercados globais estão atingindo “o ponto de baixo retorno” e liquidez minguante.

Gross, que administra o Janus Global Unconstrained Bond Fund , disse que “investidores podem querer começar a tirar algumas fichas da mesa”, considerando o atual ambiente.

“Melhorem a qualidade dos ativos, reduzam a duração e prepararem-se para pelo menos a interrupção da apreciação dos ativos decorrente da premissa falsa de bancos centrais de rendimentos artificiais, QE (quantitative easing) e a transmissão de riqueza falsa para a classe trabalhadora”.

Em sua terceira carta sobre a perspectiva de investimento desde que se juntou ao Janus Capital, Gross perguntou: “Como? Como autoridades permitiram que tanta dívida fosse criada e depois fracassar em regular seu próprio sistema de forma apropriada? Como eles podem ter acreditado que imprimir dinheiro e criar dívida poderia criar riqueza, em vez de apenas mais e mais dívida?” Os cerca de 7 trilhões de dólares injetados no sistema financeiro pelos três maiores bancos centrais foram bem-sucedidos principalmente em elevar os preços de instrumentos financeiros, e não o custo dos bens ou os salários dos trabalhadores, disse Gross.

O Federal Reserve, o Banco do Japão e o Banco Central Europeu (BCE) adotaram medidas extraordinárias desde a crise de 2008 para estabilizar suas economias e tentar criar ritmo modesto de inflação.