Mercado estará atento ao PIB dos EUA e a discurso de Bernanke

Expectativa é de que o BC americano anuncie novos estímulos para a economia

São Paulo – A agenda econômica desta sexta-feira reserva dados econômicos e eventos importantes, bastante aguardados e repercutidos pelos investidores no decorrer da semana. A atenção hoje estará totalmente concentrada nos dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos e no discurso de Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central americano).

Os números sobre a expansão da economia americana serão publicados às 9h30 (horário de Brasilia). O consenso do mercado é de que o crescimento fique em 1,1%, de acordo com o site Briefing.com.

Bernanke se reuniu com banqueiros centrais no decorrer da semana em Jackson Hole, nos EUA, em meio a sinais de recuperação mais lenta da economia americana.

A expectativa agora é que um novo pacote de expansão monetária seja anunciado. O discurso está agendado para 11h.

Ainda nos EUA, sai às 10h55 o Michigan Sentiment, índice que mede a confiança dos consumidores na economia americana. A pesquisa é conduzida pela Universidade de Michigan.

Brasil: Custo da Construção e Nota de Política Monetária

No Brasil, o mercado acompanha às 8h a publicação do Indice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) que mede a evolução dos custos de construções habitacionais em 18 municípios do País. No entanto, o grande destaque do dia na cena interna vai para a Nota de Política Fiscal do Banco Central.

O relatório, referente a julho e previsto pra sair às 10h30, contém os resultados fiscais não-financeiros do setor público, ligados às dívidas e ao superávit primário.