Mercado de capitais deixa muito a desejar no Brasil, diz secretário

O secretário da Fazenda do Ministério da Economia afirmou que o nível de poupança no país é baixo e ressaltou que a má alocação é muito forte no Brasil

São Paulo — O secretário da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues Jr, afirmou nesta segunda-feira, 3, que o mercado de capitais deixa muito a desejar no Brasil. “Está bem aquém da nossa economia. Temos baixíssimo nível de poupança, a intermediação financeira precisa ser melhorada e a má alocação é muito forte”, disse.

A declaração foi dada durante evento do Banco Central (BC) que lançou em São Paulo a Iniciativa de Mercado de Capitais, um conjunto de ações para avaliar e propor medidas de aperfeiçoamento regulatório para reduzir o custo de capital no Brasil; estimular o crescimento da poupança de longo prazo e da eficiência da intermediação financeira e do investimento privado; e desenvolver os mercados de capitais, de seguros e de previdência complementar.

Para Waldery, o conjunto de ações é muito bem-vindo. “Traduz o que seguiremos, numa coordenação conjunta, entre BC, Ministério da Economia e Secretaria da Fazenda. Temos possibilidade de avançar muito com instrumentos de mercado de capital”, disse.