Lucro da Petrobras decepciona e ações caem na Bolsa

No terceiro trimestre, o lucro líquido registrado foi de 6,644 bilhões de reais

São Paulo – As ações da Petrobras registravam forte queda na manhã desta terça-feira. Por volta das 11h, os papéis preferenciais operavam em baixa de 3,44% e os ordinários, de 3,13%.

A companhia divulgou que teve lucro líquido de 6,644 bilhões de reais no terceiro trimestre deste ano, uma de alta de 2.397% (25 vezes) ante o lucro de 266 milhões de reais no mesmo período de 2017, mas baixa de 34% ante o ganho de 10,072 bilhões de reais nos três meses imediatamente anteriores.

O resultado ficou abaixo do esperado pelo mercado. A estimativa da XP Investimentos era que a Petrobras apresentasse lucro de 11,53 bilhões de reais e o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização ) fosse de 35,73 bilhões de reais. No período, o EBITDA registrado foi de 32,76 bilhões de reais, 8,3% abaixo das estimativas.

“Diferenças dos resultados frente às nossas expectativas refletiram maiores gastos com importações de diesel e menores receitas com exportação devido à menor produção de petróleo, além de efeitos não recorrentes como o recentemente anunciado acordo de 3,5 bilhões de reais com o Departamento de Justiça dos EUA”, disse a XP em relatório.

Apesar do resultado abaixo do esperado, a equipe econômica da XP destaca que o resultado do terceiro trimestre não reflete um cenário de operações normalizadas para a estatal, uma vez que a empresa teve que aumentar sua participação no mercado de importações dado que operadores independentes enfrentam dificuldades sob o atual regime de subsídios ao diesel. Destaca ainda que a  produção de petróleo deve voltar a subir nos próximos trimestres com a conexão de novas unidades de produção no pré-sal. Diante deste cenário, a XP mantém a recomendação de compra das ações da Petrobras.

A equipe de analistas da Guide Investimentos também destacou que os resultados ficaram abaixo do esperado, mas os analistas seguem otimistas com as ações da companhia e afirmam que a empresa apresenta um valuation atrativo, que vem sendo negociada com 20% de desconto (4,6x EV/Ebitda) quando comparado aos seus pares, além disso a estatal é negociada abaixo do valor patrimonial do mercado (1,3x, enquanto a média é de 1,5x).

Apesar da queda das ações, no ano, os papéis preferenciais  da Petrobras acumulam alta de 71,39% na Bolsa e os papéis ordinários de 76,98%. Atualmente, o valor de mercado da estatal é estimado em 375,72 bilhões de reais, com isso a empresa é a mais valiosa da América Latina. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s