Light dispara 15% na Bolsa com interesse da Enel por companhia

O grupo italiano afirmou ao jornal que planeja investir em transmissão de energia no País

São Paulo – As ações da Light registravam forte valorização de 13,5% na tarde desta quinta-feira. Os papéis eram negociados na casa dos 12 reais. Na máxima, os papéis chegaram a subir 15%.

Uma matéria publicada pelo Valor Econômico afirma que a italiana Enel planeja investir no segmento de transmissão de energia no país.

Ao jornal, Francesco Starace, principal executivo da Enel, afirmou que o grupo tem interesse em três distribuidoras no Brasil, uma é a Light e as outras duas da Eletrobras.

Em junho, a Enel comprou 73% da Eletropaulo por 5,55 bilhões de reais. Com o negócio, a Enel se tornou a maior distribuidora de energia do Brasil. A compra da Eletropaulo foi a terceira aquisição do grupo no país. No fim de 2016, a Enel comprou outra distribuidora, a Celg, de Goiás, por 2,2 bilhões de reais. Em 2017,  venceu o leilão da usina de Volta Grande, em Minas Gerais, por 1,4 bilhão de reais.

Procurada pelo site EXAME, a assessoria da Light afirmou que não irá comentar sobre o assunto.