Lideradas por bancos, ações europeias fecham em baixa

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em baixa de 0,60%, aos 994 pontos

Londres – As ações europeias fecharam em queda nesta quinta-feira, lideradas por papéis do setor bancário, com investidores preparados para desapontamentos com os resultados da cúpula de líderes da União Europeia (UE) no combate à crise da dívida, mas sem esperar uma maior liquidação nos mercados.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em baixa de 0,60 por cento, aos 994 pontos, depois de ter registrado mínima de 987 pontos.

O recuo de 2,36 por cento no indicador que reúne papéis bancários -liderado pelo desabamento de 15,3 por cento nas ações do Barclays após investigações sobre tentativa de manipulação em taxas de juros no mercado- também pesaram sobre o pregão instável, que testemunhou oscilações de acordo com declarações saídas da cúpula da UE.

O encontro de dois dias, que teve início nesta quinta-feira, pode produzir um plano para maiores uniões fiscal, financeira e política no bloco, embora a chanceler alemã, Angela Merkel, tenha mantido sua oposição à emissão conjunta de eurobônus, medida que muitos analistas consideram como a resposta no combate à crise da dívida.

“Não acho que as pessoas tenham grandes expectativas (quanto à cúpula), especialmente após os comentários de Merkel sobre eurobônus. É preciso haver uma resposta, mas no momento a Europa é incapaz de fornecê-la”, afirmou o chefe de ações da Westhouse Securities, Bob Butler.

Ações cíclicas perderam terreno nesta quinta-feira, com os papéis de tecnologia em queda de 1,14 por cento, e as de turismo em baixa de 0,91 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com baixa de 0,56 por cento, a 5.493 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX perdeu 1,27 por cento, para 6.149 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,37 por cento, a 3.051 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve alta de 0,67 por cento, para 13.391 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 ganhou 0,82 por cento, a 6.721 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 recuou 0,99 por cento, para 4.582 pontos.