Leilão de OPA para fechar capital da Marisol será em 4 de junho

A operação envolve a totalidade das ações ordinárias e preferenciais da Marisol em circulação, sendo que o preço por papel já havia sido fixado em 3,05 reais

São Paulo – A GFV Participações, controladora da Marisol, agendou para 4 de junho o leilão da Oferta Pública de Aquisição (OPA) de ações da companhia têxtil, que tem por objetivo fechar seu capital, conforme propescto divulgado nesta sexta-feira.

O leilão ocorrerá às 15h no pregão eletrônico da BM&FBovespa. A OPA está sendo coordenada pelo banco Bradesco BBI, que fará o cadastramento dos interessados em participar do leilão até 1o de junho.

A operação envolve a totalidade das ações ordinárias (15.180.473) e preferenciais (51.787.894) da Marisol em circulação, sendo que o preço por papel já havia sido fixado em 3,05 reais.

Caso haja adesão de todos os acionistas, o total da OPA ficará pouco acima de 200 milhões de reais.

A ação preferencial da empresa fechou cotada a 2,95 reais na quinta-feira.

A GFV havia apresentado no fim de dezembro à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido de OPA com a finalidade de fechar o capital da Marisol.