Leilão de câmbio deixa de ser realizado pelo Sisbacen

A partir desta quarta-feira, os leilões eletrônicos de moeda estrangeira no mercado interbancário passam a ser realizados por meio do sistema BC Correio

São Paulo – Os leilões eletrônicos de moeda estrangeira no mercado interbancário de câmbio passam a ser realizados, a partir desta quarta-feira, por meio do sistema BC Correio e não mais pelo Sisbacen, segundo informou o Banco Central. A mudança foi publicada nesta quarta-feira na carta circular Nº 3.574. Não houve alteração nas demais regras, embora alguns procedimentos tenham sido adaptados.

Os leilões à vista e a termo serão conduzidos da seguinte forma, de acordo com a carta circular. O anúncio do leilão será divulgado pelo BC Correio e será enviada mensagem LEI0001 para todas as instituições autorizadas a operar em câmbio.

Durante o período de acolhimento de propostas, os “dealers” deverão enviar suas propostas por meio de mensagem LEI0002. Alternativamente, poderão usar a plataforma disponível na internet no endereço www3.bcb.gov.br/leilão, na internet. Serão enviadas mensagens LEI0003 aos “dealers” identificando quais, dentre as propostas apresentadas, foram aceitas; ou informando que nenhuma das propostas foi aceita.

O resultado será divulgado por meio de Comunicado no BC Correio e por meio de mensagem LEI0004 a todas as instituições autorizadas a operar em câmbio.

Nos leilões de venda conjugada com recompra, o anúncio será divulgado com antecedência em um comunicado no BC Correio. No momento de início do leilão, será divulgado comunicado no BC Correio e será enviada uma mensagem LEI0006 para todas as instituições autorizadas a operar em câmbio.

As regras para inclusão de propostas, o comunicado sobre propostas aceitas e o resultado serão divulgados da mesma forma feita nos leilões à vista e a termo.